Home / Cultura / PPP para 33 novas escolas período integral em SP
ppp

PPP para 33 novas escolas período integral em SP

A Parceria Público-Privada (PPP) para a construção de 33 novas escolas irá oferecer mais 35,1 mil vagas de tempo integral na rede estadual de Ensino Médio e dos anos finais do Ensino Fundamental. As unidades funcionarão no turno de nove horas, contribuindo para a expansão de um modelo de ensino que mostra melhores resultados em avaliações e queda na evasão escolar.
O ensino pedagógico das escolas da PPP continuará sob responsabilidade da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. Caberá ao futuro concessionário a construção, gestão e operação das estruturas. O projeto foi qualificado pelo Governo de São Paulo em maio e a previsão é lançar o edital para leilão ainda em junho.
Uma das diretrizes da Secretaria é ampliar o número de ofertas de ensino integral. Os estudos mostram que os alunos aprendem muito mais em português e matemática no ensino integral. Ou seja, o tempo que o aluno dedica ao estudo é diretamente proporcional ao nível de aprendizado.
A Seduc-SP possui 2.332 escolas no Programa de Ensino Integral (PEI), o que corresponde a 44% da rede estadual. Desde 2012, a Escola Estadual Professor Antônio Alves Cruz, no Jardim das Bandeiras, zona oeste de São Paulo, faz parte do PEI e ao longo dos anos se destacou nas notas no Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (Saresp) e no Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb). Só no ano passado, 14 alunos da 3ª série do Ensino Médio da EE Professor Antônio Alves Cruz conseguiram ingressar em uma universidade pública e outros três ganharam bolsas em universidades privadas por meio do Prouni.
Ensino Integral aliado na aprendizagem: um estudo do Laboratório de Estudos e Pesquisas em Educação e Economia Social (Lepes), em parceria com a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) e o Instituto Sonho Grande, mostrou que jovens que frequentaram o Programa Ensino Integral (PEI) nos anos finais do Ensino Fundamental entre 2013 e 2019 aprenderam 10 pontos a mais em português e 14 pontos a mais em matemática na escala Saresp, em relação aos estudantes da rede pública de tempo parcial. Além disso, o PEI melhora os indicadores de permanência dos jovens na escola. Para o tempo parcial, os pesquisadores calculam que a taxa de evasão é de 10,7%, sendo que no PEI a taxa cai para 9%, o que representa uma redução de aproximadamente 16% na evasão.
Novas vagas: a PPP Novas Escolas vai proporcionar a abertura de mais de 35 mil vagas de ensino integral em 29 cidades paulistas, dividido em dois lotes. O investimento previsto é de R$ 2,1 bilhões. A previsão é publicar o edital no início de junho e realizar os leilões em setembro deste ano. Fonte: saopaulo.sp.gov.br

Check Also

mis

Exposição “Notre-Dame de Paris: uma viagem pela Catedral” chega ao MIS Experience

O MIS Experience, instituição da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Governo do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *